quarta-feira, 25 de abril de 2012

Partindo do nada...

Fizemos uma pequena pausa no projeto Monteiro Lobato para assistir um vídeo que conta uma lenda do dia e da noite. A sugestão foi da professora Elaine, responsável pelo período vespertino do Período Integral do Opcional em virtude das tradicionais comemorações do Dia do Índio que as escolas costumam fazer.


Aproveitamos o gancho para potencializar ainda mais as atividades de pesquisa na internet que estamos praticando com os alunos. O desafio que lancei pra eles, foi que em grupo, deveriam descobrir qual o instrumento tocado pelo índio no vídeo. Ninguém tinha ideia da sua origem ou nome.

A primeira coisa foi definir qual seria o melhor termo de busca para começar a pesquisa, após sugestões de vários alunos, eles definiram "instrumento de sopro" como o mais apropriado para iniciar.

Alguns grupos perceberam que começar olhando imagens poderia facilitar em relação ao texto e todos os outros seguiram seu caminho. Em poucos minutos eles descobriram um instrumento muito parecido chamado "Nay" e continuando a investigação descobriram que o instrumento com este nome era de origem do Oriente Médio.

Propomos então que eles tentassem descobrir se este instrumento existia na América do Sul. Rapidamente um grupo sugeriu que este termo fosse adicionado aos termos de busca e facilmente encontraram o termo genérico "Flauta de Pan" e foram citando os nomes que descobriam por país, além de encontrarem diversas imagens e vídeos do instrumento.

Para finalizar, o prof. Olavo que é um apaixonado por música, tinha o instrumento em sua casa e foi buscá-lo para tocar para os alunos que também puderam tentar tocar.

Ponto de Vista
A dinâmica de hoje me empolgou muito.É uma sensação incrível ver os alunos trabalhando em equipe, expressando opinião, conversando e compartilhando entre eles, descobrindo as informações e as transformando em conhecimento colaborativamente.

O meu papel ali? Facilitar e aprender junto!

 

Aceita um desafio? (Monteiro Lobato)

Os alunos do Período Opcional aceitaram e me surpreenderam mais uma vez. Mesmo os alunos mais novos, de 3 e 4 anos, estão cada vez mais autônomos na hora de navegar e descobrir sozinhos e com a ajuda dos colegas. O desafio foi muito simples, eles deveriam descobrir como respondê-lo em grupo.
  • Encontre o Sítio do Picapau Amarelo no Google Earth
  • Encontre um vídeo do Sítio do Picapau Amarelo no Zuggi ou Google
  • Encontre imagens do Sítio do Picapau Amarelo no Google Imagens
  • Encontrem o Jeca Tatu e me digam quem é ele!
Eles deveriam selecionar as fontes de referência que acharam mais interessantes.
 
  video

Uma conversa muito interessante surgiu quando uma dupla me chamou pra perguntar o que era Wikipedia! Deixei a cargo da turma, pra ver se alguém sabia responder. Um dos alunos comentou que a professora tinha dito que a Wikipedia não era boa e isso era o que ele sabia ...

Juntamos todo mundo em volta do computador da dupla, contei pra eles quantas pessoas colaboram com a Wikipedia e refletimos sobre fonte de informação (as que eles já conheciam), sobre autoria, escrita colaborativa e do jeito delas, as crianças formularam suas próprias teorias e fizeram associações com o que é próximo delas.Esse assunto ainda será explorado com mais profundidade.


terça-feira, 10 de abril de 2012

Descobrindo Monteiro Lobato na Web 2

Hoje foi dia de tentar refinar a pesquisa, encontrar termos de busca mais acertivos, diversificar as mídias explorando imagens e vídeos, ainda sem guardar as fontes de informação. 

Percebi que eles estão com um pouco de dificuldade de entender a importância de fazer as citações e faremos uma dinâmica diferenciada na próxima aula.

Veja as discussões e descobertas que fizemos juntos.

video

Descobrindo Monteiro Lobato na Web

Dando continuidade ao projeto Monteiro Lobato, a turminha relacionou algumas perguntas para começarem a se aventurar pelos buscadores como Zuggi e Google. Nosso desafio é fazê-los descobrir as fontes de informação confiáveis e realizar a citação.

O grupo formulou algumas questões iniciais na aula anterior e elas foram o ponto de partida da pesquisa:
  • Quantos anos tem Monteiro Lobato?
  • Da onde vem o Picapau Amarelo?
  • Quem são os personagens? 
  • Quais livros o Lobato escreveu?
  • Onde nasceu Lobato? Ele é brasileiro?
  • Como era o sítio antigamente?
  • O sítio existe de verdade?
  • Quais atores já participaram do sítio?
Conforme descobriam informações, eles registaram seus achados num pedaço de papel colocado no centro da sala. Veja como foi:
video

O próximo passo é confrontar as informações levantadas, discutir as fontes de informação e constatar se os dados estão corretos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...